No Dia do Frevo, conheça mais sobre este ritmo brasileiro

No Dia do Frevo, conheça mais sobre este ritmo brasileiro

Neste 14 de setembro celebramos  Dia do Frevo! Um gênero musical genuinamente brasileiro, nascido em Pernambuco e que hoje representa muito da identidade do Brasil para o mundo. Só de ouvir a orquestra tocando dá vontade de sair dançando por aí, sem medo de ser feliz, não é?! Olha que legal, em 2012 a Unesco concedeu o título de Patrimônio Imaterial da Humanidade ao Frevo!

Vamos conhecer um pouco mais da história do frevo?

Para quem não sabe, a dança do frevo teve origem lá no final do século XIX, justamente durante as celebrações do famoso carnaval pernambucano, trazendo como referência o maxixe, a capoeira e outras danças africanas. O nome da dança faz referência ao fervor que o ritmo provoca ao dançar, legal, né?!

A palavra frevo foi registrada pela primeira vez em um jornal, em 1907, fazendo referência a palavra “efervescência”, por conta da rapidez dos movimentos da dança.  A data 14 de setembro foi escolhida para celebrar o Dia do Frevo em homenagem ao jornalista Oswaldo Oliveira, quem criou a palavra “frevo” e nasceu na mesma data, em 1882.

O frevo tem três “divisões”, o frevo de rua, o frevo canção e o frevo de bloco, todos com muito colorido e animação em seus trajes e danças! Ah, a sobrinha, que é uma marca dos passistas do frevo, teve origem na época da escravidão, quando os escravos foram impedidos de praticar a capoeira, usavam um guarda-chuva para se proteger em eventuais brigas.

Outro item bem característico do frevo é o estandarte, que é uma bandeira com emblema e adereços, onde geralmente é usado na parte dos blocos, como abre-alas.

 

 

Fontes:

Ministério da Cultura

Calendarr

Compartilhe! ^-^


Comente muito!!



rocker-girl—colecao-2019—slide2
rocker-girl—colecao-2019—slide1