Respeito pela diversidade

Respeito pela diversidade

Hoje é o dia do combate a luta contra a Discriminação Racial. A data foi criada pela ONU (Organização das Nações Unidas) depois de que 69 pessoas foram mortas no “Massa de Shaperville” ocorrido no dia 21 de março de 1960, na África do Sul. Ainda hoje vemos atos de racismo e discriminação a pessoas negras, se estendo aos homossexuais, transexuais, etc. Essa luta é de todos nós, pois, se exigimos respeito, também devemos respeitar. O mundo seria melhor se parássemos de olhar a vida do outro e olhássemos mais para dentro de nós e como estamos nos portando.

Uma atitude discriminatória resulta na violação do artigo 7 da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948:

“todos são iguais perante a lei e têm direito, sem qualquer distinção, a igual proteção da lei. Todos têm direito a igual proteção contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação.”

A discriminação resulta na segregação e exclusão social dos indivíduos discriminados, que se veem menos representados e marginalizados na sociedade.

Você sabia que a discriminação pode acorrer de diversas maneiras? Pois é! Elenquei algumas delas aqui para você saber mais um pouco dessa luta que cresce a cada dia.

1 – DISCRIMINAÇÃO RACIAL

Essa é uma das formas mais frequentes de discriminação, e consiste no ato de diferenciar, excluir e restringir pessoa com base na sua raça. O que acontece muito com os negros que sem veem em posição desfavorável com relação a maioria. Aqui no Brasil a desigualdade de oportunidade entre brancos e negros é gigantescas, é só observar as universidades e o espaço do trabalhador na sociedade.

2 – DISCRIMINAÇÃO PELA ORIENTAÇÃO SEXUAL

A discriminação pela orientação sexual é chamada e homofobia, que consiste no tratamento diferenciado a homossexuais, bissexuais e transgêneros.

3 – DISCRIMINAÇÃO POR QUESTÕES DE GÊNEROS

A discriminação por questão de gêneros é chamada de sexismo, e ele, por sua vez, se manisfesta através do machismo (conduta discriminatória que parte do homem para a mulher) e o feminismo (que parte da mulher para o homem). O machismos, por sua vez, é uma forma de discriminação frequente em todo o mundo e resulta em dados, como: mulheres recebendo salários inferiores aos homens exercendo a mesma função, altos índices de violência contra mulher, menos mulheres na política ou na chefia, etc.

4 – DISCRIMINAÇÃO POR NACIONALIDADE E CULTURA

Esse tipo de discriminação é chamada de xenofobia, e consiste em tratamentos hostis direcionados a estrangeiros por questões religiosas, culturais ou históricas, na maioria das vezes. Além dessas razões citadas, a xenofobia também pode acontecer por questões de condição econômica, aparência, crenças, costumes, etc.

Nós não temos o direito de ferir pessoas porque elas não concordam conosco ou porque tem a cor da pelo ou sexo diferente. Devemos nos aceitar como somos e aceitar o outro também. RESPEITO é a palavra chave para que sigamos nesse mundo com mais harmonia, olhando sempre para o outro de maneira simples e olhar terno. Discriminação é preconceito, e preconceito é crime. 

Compartilhe! ^-^


Comente muito!!



rocker-girl—colecao-2019—slide2
rocker-girl—colecao-2019—slide1